top of page
  • Foto do escritorRoseli

Psicanálise e Ciências da Linguagem


Seria possível dizer que linguagem é tudo, todo tipo de comunicação. Não há como se submeter à análise psicanalítica sem a linguagem. Assim qualquer análise está vinculada à linguagem. A fala, a escrita, os gestos, a pintura, a música...

Evidente que, no caso da relação da Psicanálise com a linguagem em uma análise, a fala é fundamental. Libras pode ser uma delas. Braille pode ser também. Ou seja, a linguagem que faz o paciente falar.

Quando pensamos em linguagem falada a ciência da linguagem que nos aparece é a linguística. O que é exatamente linguística?

Linguística é o estudo científico da linguagem. Em outras palavras, trata-se do estudo abrangente, objetivo e sistemático de todos os aspectos das línguas humanas. A depender da teoria empregada, a linguística pode estudar as línguas naturais como sistemas autônomos, sociais, cognitivos, biológicos ou sociocognitivos. O psicanalista Jacques Lacan traçou um interessante paralelo com essa ciência a partir da teoria do linguista Ferdinand de Saussurre.

A partir das linguagens para além da linguística, da fala ou da língua, a teoria que estuda essas manifestações é a Semiótica que estuda os signos, linguísticos inclusive, e as interpretações. Bem por isso, a Semiótica e a Psicanálise mantêm relações muito próximas. Em algumas universidades a disciplina Semiótica pode ser estudada como Semiótica Psicanalítica. Acompanhe a Live no YouTube do Instituto Legus.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page