• Roseli

São Paulo, a metrópole que não para


Prestes a completar 467 anos de existência, a capital paulista exibe números surpreendentes em todos os sentidos. São Paulo não para, nem na contagem do número de vítimas da COVID19 entre 2020 e 2021. O fato é que se torna mesmo muito difícil conter a população confinada e distante de aglomerações.

Uma cidade com excelente gastronomia, com inúmeras exposições, salas de cinema e teatro, realmente, convida às ruas. Mal terminada, e sabemos, indefinida a COVID19, as pessoas já parecem se sentir à vontade e invadem lugares públicos e privados.

Não se trata de privilégio de São Paulo. O mundo cansou do confinamento e nem o desgaste previsto com a nova epidemia de uma nova cepa muda esse comportamento inquieto dos residentes da capital.

De qualquer forma, marcamos a presença de belezas culturais, já que de beleza natural a cidade passa distante, de obras imortais como é o caso do MASP no centro mais conhecido da capital, a avenida Paulista. Mais ao centro urbano da cidade em direção ao Mosteiro de São Bento, o perfume de café que emana do Café Girondino é inadiável. Esse cafezinho acompanhado pelos pães do Mosteiro ou pelos doces portugueses da Confeitaria Mathilde é divino. Não há pandemia que segure a nossa intrépida visita.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo