top of page
  • Foto do escritorRoseli

Teatro: São Paulo, com Regina Braga


Na peça, São Paulo ganha vida por meio dos textos e músicas utilizados em 90 minutos de apresentação. O projeto foi instigado pelo livro A Capital da Solidão, de Roberto Pompeu de Toledo, com roteiro de Regina Braga (2023). “Queria fazer algo sobre a história da cidade não apenas na ordem cronológica, mas no jeito de se sentir paulista”, diz Regina.

Esse dado faz da peça uma história pessoal, um retorno de memória pela cidade que incorpora relatos da vida da atriz ,como a vinda dela para a Capital. Trata-se de um monólogo intermediado pelas músicas que fizeram a narrativa histórica de São Paulo, mas evidentemente são músicas também da memória da atriz. Isso acontece também com o roteiro feito por Regina Braga: a história de São Paulo pelos olhos e registros da atriz. Sua memória, suas impressões, tudo isso ela divide com o público que se reconhece nessas narrativas. Acompanhe a Live no Youtube do Instituto Legus

2 visualizações0 comentário
bottom of page