top of page
Keyboard and Mouse

Blogue da Roseli

Buscar
  • Foto do escritorRoseli

O cubismo foi uma vanguarda artística europeia marcada pelo uso de formas geométricas que surgiu no início do século XX na França. Esse novo estilo rompeu com os modelos estéticos que só valorizavam a perfeição das formas. Um grande representante desse estilo foi Pablo Picasso, um pintor espanhol, escultor, ceramista, cenógrafo, poeta e dramaturgo que passou a maior parte da sua vida na França. Viveu de 25 de outubro de 1881 a 8 de abril de 1973. Sua obra Guernica, de 1937, é uma declaração de guerra contra a guerra e um manifesto contra a violência. Suas formas metonímicas compõem, como despedaçamento, os horrores das imagens das guerras. Esse quadro mostra o sofrimento, a dor, a angústia, o pânico, a aflição e a tristeza do povo espanhol da cidade de Guernica que sofreu um bombardeio no ano de 1937, como desdobramento da Guerra Civil Espanhola. Assim como as obras de Dali, as de Picasso mostram o material dos sonhos: partes- metonímias – que podem ser – ou não- analisadas (metáforas) em uma sessão analítica.

0 visualização0 comentário
  • Foto do escritorRoseli

O surrealismo foi um movimento artístico e literário nascido em Paris na década de 1920 inserido no contexto das vanguardas que viriam a definir o modernismo no período entre as duas Grandes Guerras Mundiais. Reúne artistas anteriormente ligados ao dadaísmo ganhando dimensão mundial.

Um dos grandes pintores dessa época foi Salvador Dali. Seu trabalho chama a atenção pela incrível combinação de imagens bizarras, oníricas, com excelente qualidade plástica. Nasceu em 1904 e faleceu em 23 de janeiro. Na Espanha.

De suas obras “A persistência da memória”, de 1931, é das mais conhecidas pelo grande público. Essapintura está localizada na coleção do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque desde 1934. A questão do tempo é o tema do quadro reconhecido pelas imagens de relógios distorcidos, escorregando pela tela. Como as formigas em um dos objetos, o tempo e a memória exigem paciência e resignação. O surrealismo de maneira geral é muito discutido pela psicanálise em função do trabalho com sonhos.


link para a live no dia 07/02

6 visualizações0 comentário
  • Foto do escritorRoseli

Jane Campion em 2021 dirigiu esse belíssimo filme que lhe rendeu muitas críticas excelentes que se comprovam àquilo que ela mostrara na direção de O Piano, de 1993.

A tradução em português, tradução – sempre um problema, de The power of the dog para Ataque dos cães deixa muito para trás a metáfora empreendida no filme. O título original refere-se ao romance homônimo de Thomas Savage, de 2016.

A narrativa retoma um universo de machões cowboys dos westerns em que o machão alfa cria atritos com o jovem filho da personagem Rose. A moça casa-se com o irmão dele e a crise se acirra. O que se percebe ao longo da narrativa é uma revelação menos machista desse cowboy que tem ícones de lembranças de um antigo mestre que o inseriu nas magias do mundo das fazendas.

Mas o poder do cachorro – tradução literal – revela-se ao final justamente pelo personagem assombrado pelo cowboy. Na leitura do salmo bíblico a justiça contemplada pelos fracos. Aos fracos, a cura de suas feridas lambidas pelo cachorro. Uma espécie de vingança afetiva. De fora ficarão os cães...ou a imoralidade? Se o termo é apropriado, é possível pensar no fechar do filme em que descobrimos que a famosa macheza do cowboy é construída como espelho para espantar seus próprios fantasmas.


1 visualização0 comentário
bottom of page