top of page
  • Roseli

Solidariedade


Ser solidário a alguém é estar se perguntando de que o outro precisa. Muita gente usa a expressão ‘colocar-se no lugar do outro’. Talvez o melhor seria dizer ‘ter empatia pelo outro’. Nesse sentido, ser solícito já é um bom começo. Dedicar-se a ouvir já é bem melhor.

20 de dezembro costuma ser aquele dia em que se comemora a solidariedade, a união que faz a força. Ser presente é algo que se faz mesmo no presente, no cotidiano, no dia a dia. Não é algo ocasional, raro, apenas para que nos sintamos bem em fazer uma boa ação. A continuidade dá o tom de qualquer sentimento empático. Na vida é uma prática com aquilo que você faz de melhor. Cozinhar, ensinar, buscar coisas. É bem simples.

Um exemplo eternizado pelo cinema está em Patch Adams. Por uma dor sua passa a cuidar das dores de crianças em um hospital. Esse é também o projeto diário de ONGs, de trabalhos como os doutores da alegria, os doutores do riso. Assim é o projeto PIPA A VOAR, idealizado por Antonia Maria Nakayama (do Legus). Visite o trabalho dela e veja como participar e ser solidário: https://pipaavoar.ong.br

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page