• Roseli

Para meu amigo branco, de Manoel Soares


Manoel Soares é escritor, jornalista e ativista. Nessa obra, elabora um diálogo com o leitor para a compreensão de práticas antirracistas. Ironicamente pode parecer intransigência do autor para com as pessoas brancas dirigir um livro especificamente para elas. No entanto, o diálogo franco aponta ocasiões que nos fazem refletir sobre a necessidade do debate e para que possamos entender que muitas ações não são expressões de ‘mimimi’. São dores que afetam seres humanos. Algumas perguntas que Manoel faz na obra já foram feitas por Djamila Ribeiro em seu Manual Antirracista já comentado pelo Cultura em Foco. Assim, voltamos ao olhar para: você teve um professor negro? Quantos negros há no seu espaço de trabalho? Você conhece pessoas negras em cargos políticos, no poder? E assim segue o autor para que pensemos sobre o assunto. Justamente, a obra publicada em 2022 pela editora AGIR tem um design interessante. Há páginas brancas e páginas pretas, elas se mesclam e se separam em momentos explicativos como ‘Identidade Racial’. O diálogo então é entremeado pelo bate-papo e pela teoria. É preciso aprender.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo